Campo Grande, 16 de Agosto de 2018



GIF_Rural_News_MS

Categorias



 

x Rural News Ms 12/02/2018 - 09:19:58

Produtores da Furnas do Dionísio recebem selo do SIPAF


Produtores da Furnas do Dionísio recebem selo do SIPAF3
Produtores da Furnas do Dionísio recebem selo do SIPAF2
Produtores da Furnas do Dionísio recebem selo do SIPAF

Na última sexta-feira (9), a comunidade quilombola Furnas do Dionísio, a cerca de 35 km de Campo Grande, recebeu, da Secretaria Especial de Agricultura Familiar e do Desenvolvimento Agrário (Sead), o Selo da Identificação da Participação da Agricultura Familiar (Sipaf), destinado aos produtos produzidos pelos moradores. As ações da Secretaria de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar (Semagro) e da Agência de Desenvolvimento Agrário e Extensão Rural (Agraer) junto aos produtores permitiu o desenvolvimento das ações.

 

A comunidade conta com 96 famílias que têm nas atividades agrícolas traço importante de identidade que preserva um pouco da sua ancestralidade com Dionísio Antônio Vieira, mineiro que fundou a comunidade após a abolição da escravatura.

 

A partir de agora as hortaliças, mandioca e a rapadura da comunidade já podem ter Sipaf estampados em suas embalagens. “Só tenho a agradecer as famílias daqui e as entidades apoiadoras na conquista do selo. É uma coisa que representa muito para a gente porque vai agregar mais valor ao nosso trabalho. O selo é uma reafirmação da qualidade dos nossos produtos que já são bem conhecidos”, afirmou o presidente da Associação de Pequenos Produtores Rurais da Comunidade, Adriano Silva.

 

A certificação tem validade de cinco anos, podendo ser renovada. É concedido às empresas e cooperativas, portadoras ou não de DAP – Declaração de Aptidão ao Pronaf, e a agricultores familiares, desde que portadores de DAP, para identificar produtos como verduras, legumes, polpas de frutas e laticínios, etc.

 

“A Agraer tem uma relação de muitos anos com a comunidade. Lembro-me de quando fizemos a os levantamentos topográficos para que a Furnas fosse reconhecida como comunidade remanescente de quilombo pela Fundação Palmares. Espero que o selo beneficie ainda mais a população local e a Agraer continua aqui com a assistência técnica e prestação de outros serviços”, destacou o diretor-presidente da Agraer, André Nogueira.

 

O selo é uma estratégia criada pela SEPPIR para identificar produtos oriundos de Comunidades Quilombolas, como verduras, legumes, polpas de frutas, laticínios e artesanato. “O Sipaf é o que a gente precisava para dar entrada com o pedido desse outro selo”, disse o agricultor familiar Adriano Silva.

 

Tanto o Sipaf como o Selo Quilombos do Brasil associam aos produtos contemplados valores cada vez mais exigidos pelos consumidores e que de fato fazem parte de suas práticas, como sustentabilidade, responsabilidade socioambiental, valorização da cultura local e da produção regional. Já para a clientela, fica assegurado o direito de conhecer a origem do bem adquirido.



Mais Notícias