Campo Grande, 27 de Julho de 2017



amarok

Categorias



 

x Rural News Ms 12/07/2017 - 19:47:50

Oitiva dos táxis ouve mais duas pessoas. Quatro depoentes faltaram


Nesta quarta-feira (12), os vereadores campo-grandenses que fazem parte da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do táxi, que apura denúncias de venda de permissões para o serviço, realizaram a segunda oitiva com empresários do setor. Foram ouvidos Marco Aurélio Ferreira e Vanilde Robert. As quatro pessoas que foram convocadas para prestarem depoimento na data de hoje e não apareceram receberão uma segunda intimação.

 

Em seu depoimento, Robert destacou que possui dois alvarás de funcionamento, sendo um adquirido em 1977 e o outro ele adquiriu em 1991, quando comprou do antigo proprietário por motivo de mudança de cidade. A filha de Robert também possui um alvará de trabalho.

 

“Este segundo, paguei pelas benfeitorias do ponto de táxi, pelo telefone e o veículo. O antigo proprietário precisou mudar de cidade e, mediante a transferência junto ao órgão competente, passei a ter dois alvarás de funcionamento”, destacou o empresário.

 

Marcos também é dono de dois alvarás e sua esposa teria mais uma permissão. Ele destacou que começou a empresa com um alvará e adquiriu o outro através de solicitação junto à Agência Municipal de Transporte e Trânsito (Agetran). “Eu comprei do proprietário do alvará o veículo, benfeitorias do ponto, ele detinha da concessão do alvará de funcionamento, ele me vendeu o veículo, foi feito a transferência junto à Agetran. O veículo inclusive está declarado em receita”, disse.

 

Os depoentes que não compareceram foram Benevides Juliace Ponce – que possui 14 alvarás, Gleicekermen Godoy Ponce, Maria Lourdes Dantas e Maria Helena Martins Panissa Startari.

 

A próxima oitiva está marcada para sexta-feira (14), às 8h, no Plenário Edroim Reverdito, na sede da Casa de Leis.



Mais Notícias