Campo Grande, 16 de Agosto de 2018



GIF_Rural_News_MS

Categorias



 

x Rural News Ms 08/08/2018 - 18:26:24

Esquema milionário envolvendo empresário e funcionários da Sefaz, fraudaram mais de R$ 40 milhões


promotoria

Referente a Operação Grãos de Ouro, deflagrada hoje pelo Gaeco no Mato Grosso do Sul e mais 6 estados, já estão detido Siloé Rodrigues de Oliveira, dono da Forte Corretora de Cereais e também o contador Juscinez dos Santos Reis. Segundo informações apuradas, mais outros dois detidos, estão no Presidio de Transito,  funcionários da Secretaria de Fazenda também fazem parte do esquema fraudulento que causou, prejuízo de mais de R$ 40 milhões de reais.

 

O Esquema

A sonegação ocorria da seguinte forma, segundo o Gaeco. Na tentativa de não recolher o ICMS e conseguir se enquadrar em um regime fiscal diferenciado, os produtores dos grãos contatavam as empresas noteiras, que emitiam notas fiscais simulando que o grão estava sendo produzido e vendido dentro do Estado.

 

Durante o trajeto do transporte da carga, os motoristas encontravam integrantes do esquema que repassavam a nota fiscal com a venda simulada. Nesse documento, constava como destino do grão empresas do Estado. Dessa forma, Mato Grosso do Sul passava a ser apenas um corredor do escoamento do grão, com recolhimento diferenciado de impostos.

 

“Era como se as empresas estivessem vendendo o grão de outro Estado só para dizer que o grão passava nas nossas rodovias. Assim, não recolhia imposto”, explica a promotora chefe do Gaeco, Cristiane Mourão.

 

Operação

A Operação Grãos de Ouro ocorre em Mato Grosso do Sul e mais seis estados. Segundo informações do Ministério Público Estadual, os agentes cumprem 32 mandados de prisão preventiva e o cumprimento de 104 mandados de busca e apreensão também nos estados de São Paulo, Goiás, Minas Gerais, Paraná, Rio Grande do Sul e Mato Grosso.

 

A investigação mira a sonegação fiscal no comércio de grãos. Uma coletiva será realizada no período da tarde para mais esclarecimentos.



Mais Notícias